Carta a um Amigo – Raul Seixas

Sabe Francisco eu vi pela televisão notícias que falam do mundo mergulhado em confusão.
Parece Francisco que tudo o que você falou somente os peixes e as aves é que prestaram atenção.
Você disse que é melhor amar que ser amado. Mas, tem gente que ainda vive dando amor pré-fabricado.
Você que um dia arrancou a roupa do teu corpo e ousou mostrar com sua nudez coisas que outro homem jamais fez.
Venha de novo fazer outra revolução, pois quem sabe dessa vez o mundo (o povo) preste atenção.

Quando penso que já me surpreendi com o Raul, descubro que tenho mais dele do que ouso imaginar. Hoje, meio que por acaso, descobri que ele escreveu uma carta para São Francisco. Nasci dia de São Francisco (4 de outubro) e talvez por isso admiro sua história e me identifico tanto com sua filosofia de vida. Tenho aqui em casa, um altar com São Francisco e Nossa Senhora da Conceição (Santa de devoção do meu pai).

Esse texto do Raul retrata bem a nossa atual situação política-sócio-cultural-judiciária. Os formadores de opinião (mídia) estão inflamando cada vez um ódio cego. Só se vê no trabalho, face, nas ruas, palavras de ódio, tensão, parece que estamos dentro de um barril de pólvora prestes a explodir a qualquer momento. Como diz Raul: “Se é da direita ou dá traseira não se sabe mais lá de que lado...” Está difícil tomar um partido. Tem coisa ruim no ar... Precisamos rezar não só para nós mesmos, nossa família e as pessoas que amamos, mas principalmente pela humanidade, por uma consciência da necessidade de integridade do TODO. Tem um trecho do livro do Raul que diz o seguinte: Por quem os sinos dobram?

Nenhum homem é uma ilha, completa em si mesma; todo homem é um pedaço do continente, uma parte da terra firme. Se um torrão de terra for levado pelo mar, a Europa fica menor, como se tivesse perdido um promontório, ou perdido o lar de um amigo teu, ou o teu próprio. A morte de qualquer homem diminui a mim, porque na humanidade me encontro envolvido; por isso, nunca mandes indagar por quem os sinos dobram; eles dobram por ti. Ernest Hemingway. 


Segue musica com texto da carta a um amigo... 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas