Poeminha Amoroso - Cora Coralina

A inspiração para a publicação dessa série de posts poéticos, no Estrambólica Arte, surgiu com uma brincadeira do Facebook, onde devia-se publicar mais poesia na Rede e marcar outras pessoas para compartilhá-las. Fiquei muito feliz com as poesias que as pessoas envolvidas publicaram. Através de uma simples brincadeira, a Rede foi inundada com poesias. Por isso, o Estrambólica Arte, tem a honra de postar todas as poesias escolhidas e prestar uma homenagem a cada uma das pessoas que dedicaram um pouco do seu tempo para compartilhar palavras de amor.

Este poema é dedicado à minha amiga, JOANA DARC, pois foi o poema escolhido por ela.

Poeminha Amoroso


Este é um poema de amor 
tão meigo, tão terno, tão teu... 
É uma oferenda aos teus momentos 
de luta e de brisa e de céu... 
E eu, 
quero te servir a poesia 
numa concha azul do mar 
ou numa cesta de flores do campo. 
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer, 
não importa. 
Já está declarado e estampado 
nas linhas e entrelinhas 
deste pequeno poema, 
o verso; 
o tão famoso e inesperado verso que 
te deixará pasmo, surpreso, perplexo... 
eu te amo, perdoa-me, eu te amo.

Cora Coralina
Postar um comentário

Postagens mais visitadas