Arte 3D, uma mistura estrambólica de perspetiva, geometria e ilusão de ótica

Este blog ama tudo que está relacionado à arte e à ciência e mais ainda quando arte-ciência andam juntas criando uma obra "estrambolicamente" linda, como é o caso da arte de rua, do artista Kurt Wenner.


O artista americano Kurt Wenner, especializou-se em criar ilusões de ótica nas calçadas de dezenas de cidades do mundo. Ele juntou a experiência na Nasa e a geometria para criar seus desenhos. O gosto pela arte de rua nasceu há quase 30 anos, quando ele começou a desenhar em calçadas de Roma e Itália. Seu trabalho foi retratado no livro Asphalt Renaissance, lançado agora, no dia 2 de agosto. 


A obra abaixo, chama-se ‘Incidente em Waterloo’ foi feita em 2007 na famosa estação londrina. A moça, que parece estar deitada num sofá, está na verdade no chão.
‘Incidente em Waterloo’
Wenner utiliza-se do antigo recurso da perspectiva aplicado na arte europeia para dar a ilusão de figuras flutuantes nos afrescos pintados nos tetos barracos e somou a este recurso o uso da geometria para criar ilusões de ótica, que vistas a partir de um determinado ponto, dão a impressão de três dimensões na arte que ele pinta nas ruas. Mais interessante de tudo isso é que ele não utiliza computadores para fazer os cálculos. Tudo é feito manualmente com a ajuda de régua, compasso e pedaços de barbante colados no chão para definir como será a visão da sua obra a partir de determinados pontos de vista.


Para ler mais sobre o trabalho de Wenner, clique aqui e acesse o site da Folha onde obtive estas informações.
2 comentários

Postagens mais visitadas