"Não há razão para não seguir seu coração"


Dedico este texto em especial ao Steve Jobs, por seu trabalho inovador, pela paixão pela Tecnologia, persistência, vontade de vencer e principalmente pela sua FÉ. Sem ela, ele não teria conseguido. Que o exemplo de Jobs nos motive não só em termos profissionais, mas na nossa vida pessoal também.

Quando foi anunciado o seu afastamento da Apple, confesso que fiquei muito triste, porém o exemplo deixado por ele se manterá eternizado.

Seguem abaixo alguns trechos retirados de uma matéria do Site Info Online que considero uma linda lição de vida e que merece ser compartilhado e divulgado em toda Internet. Para conferir toda a matéria clique aqui.

"Como um iniciante, vivi o período mais criativo de minha vida”, afirmou. Jobs diz ainda que após sua decepção com a saída da Apple só seguiu em frente por que era apaixonado pelo que fazia. “Você só consegue seguir em frente quando ama alguma coisa de verdade. Eu nunca perdi a fé”.
Lembrar que você vai morrer faz você concentrar as atenções nas coisas realmente importantes”, anotou ao lembrar de quando foi informado que tinha um câncer no pâncreas, em 2004. “A morte é a melhor invenção da vida. Ela tira o que é velho do caminho e abre espaço para o novo”, afirma. Na conclusão de seu discurso, Jobs diz que “não há razão para não seguir o que seu coração pede para ser feito”.
Que a FÉ, o AMOR, a CONFIANÇA em nós mesmos e principalmente a sabedoria de acreditar em nossos sonhos e não desistir no primeiro obstáculo estejam sempre presentes em nossas vidas. Que os erros, os fracassos nos motivem a procurar sempre crescer e buscar a superação. É isso que determina uma vida plena e bem aproveitada.

Ao falar de sua paixão pela Apple, Jobs relembra que, mais uma vez, foi rejeitado. “Eu fui demitido de uma empresa que eu mesmo criei. Eu fui rejeitado, mas continuei apaixonado (pela Apple)”, conta. Fora da Apple, Jobs casou-se com sua atual esposa, Lorena, e fundou a Pixar e a NeXt, esta última uma empresa que acabaria comprada pela Apple em 1996 e asseguraria o retorno de Jobs à companhia. “Ser demitido foi a melhor coisa que me aconteceu".
Postar um comentário

Postagens mais visitadas