Social bookstores - o que você acha da leitura compartilhada?

Fonte: http://bevilaboim-bibliomanias.blogspot.com
Segundo o visionário, dos visionários, Bob Stein, a “leitura será uma experiência compartilhada”. Ainda segundo ele, as lojas físicas de livro serão coisas do passado; Editores não imprimirão apenas livros e aprenderão como distribuí-los em rede.

A leitura será algo semelhante ao que existe hoje nas redes sociais. O hábito de ler, na visão futurista de Stein, será cada vez mais uma “experiência em comunidade: os leitores vão compartilhar grifos e comentários por meio de social bookstores”.

As ideias “estrambólicass” de Stein foram apresentadas no dia 26 de julho, na Conferência de abertura do 2º Congresso Internacional do Livro Digital, realizado pela Câmara Brasileira do Livro, em São Paulo. Ele dirige o instituto “For The Future of The Book”.

O Estrambólica Arte, considera o tema muito interessante, pois ficar de olho no futuro é um importante passo para o desenvolvimento de novos negócios. Agora na era digital é preciso rever os antigos conceitos e reinventá-los. Tentar manter padrões rígidos é pedir para sucumbir. Aliar o antigo ao novo. Não é atoa que empresas como Amazon, Apple e Google fora do mercado tradicional de livros é que estão à frente do mercado de livros digitais.

E para finalizar este post mais tendências para o futuro do livro na visão de Bob Stein:

“O futuro, portanto, não será "só fazer e-books, mas repensar todo o ecossistema”.

“Social reading, experiência de leitura que será compartilhada por meio de nuvens. As obras vão aparecer no browser, não em apps. Dessa nuvem, vão até poder participar autores e especialistas nos temas. Editores terão outro papel, o de construir a tal rede de leitores. Não se trata de uma questão técnica, mas de uma nova concepção".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas