Clarice Lispector a primeira estátua de uma artista mulher no Rio


O Estrambólica Arte tem a honra de registrar esse fato mais do que merecido: "Clarice Lispector a primeira estátua de uma artista mulher no Rio".

Tendo como paisagem a orla de Copacabana, o morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea, a escritora Clarice Lispector foi homenageada  no dia 14/05/2016. A estátua da escritora, projeto acalentado desde 2013, agora ocupa a mureta da Pedra do Leme, com a expectativa de atrair ações culturais.

A escritora, que morou no sétimo andar do prédio número 88, da rua Gustavo Sampaio, no Leme, entre 1959 e 1977 (ano de sua morte), foi retratada com seu cãozinho Ulisses. O animal surge em contos e crônicas de Clarice. O trabalho é do escultor Edgard Duvivier, pai do humorista Gregório Duvivier. À frente do projeto, também estão a atriz Beth Goulart, que encena o espetáculo Simplesmente Eu, Clarice Lispector, e a biógrafa Teresa Montero, autora de Eu sou uma pergunta. Segundo Teresa, trata-se “da primeira estátua de uma artista mulher na capital fluminense”.

O escultor contou que não havia verba para viabilizar a estátua. Teve então a ideia de vender 40 maquetes ao custo de R$ 2.500 para arrecadar o dinheiro. Para sua surpresa, as obras foram rapidamente vendidas. “Hoje, a sociedade está se juntando mais e esperando menos que o Estado faça”, diz ele.

Para Niura Antunes, moradora do Leme e uma das incentivadoras do projeto, com a nova estátua, Copacabana passa a ser "a orla mais poética: se inicia com [a estátua] de Carlos Drummond de Andrade e termina com Clarice".

Referência:

Fonte da imagem:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas