Artista vê cor em músicas e pinta suas favoritas

Crédito da imagem: Reprodução/Melissa McCracken
A maioria dos artistas pinta o que vê, mas Melissa McCracken pinta o que ouve. Ela cresceu com sinestesia, uma condição neurológica que, segundo a artista, a faz ver cores em músicas. A figura ao lado é a música de Bach, "Cello Suite Nº 1".

Cerca de 4% da população têm o fenômeno descrito pela norte-americana de 26 anos. Essas pessoas misturam diferentes estímulos do cérebro. Cada indivíduo afetado sente a sinestesia de forma diferente. No caso da jovem, o caso é cromestesia.

Ela conta que, até seus 16 anos, achava que todas as pessoas viam cores em sons. A artista descobriu que não quando escolhia um toque para seu telefone. “Eu queria um som ‘laranja’, e meu amigo não entendeu o que eu estava querendo dizer. Eu achei que havia algo errado com ele, e não comigo.”
McCracken acredita que certas músicas são mais bonitas que outras. “Canções expressivas, como funk, são muito mais coloridas. Diferentes instrumentos, melodias e ritmos criam um efeito muito mais saturado”, explica. “Eu raramente pinto música acústica. Também não pinto canções country, porque têm sempre um tom marrom.”


Seguem mais músicas pintadas por Melissa McCracken.

Radiohead, "Karma Police"
Crédito da imagem: Reprodução/Melissa McCracken

Pink Floyd, "Time"
Crédito da imagem: Reprodução/Melissa McCracken

Jimi Hendrix, "Little Wing"
Crédito da imagem: Reprodução/Melissa McCracken

Fonte:
https://queminova.catracalivre.com.br/inova/artista-com-sinestesia-ve-cor-em-sons/
Postar um comentário

Postagens mais visitadas